Perfil da publicação
Tiragem 20.000 exemplares
Tamanho 516 páginas
Conteúdo Um retrato da infraestura do Brasil
Periodicidade Edição especial
Formato 202 x 266 mm

Análise Infraestrutura - Grandes Obras

A Análise Editorial lançou, em maio de 2014, a primeira edição do anuário ANÁLISE INFRAESTRUTURAGRANDES OBRAS. A publicação relaciona em um único volume as quase 200 obras da engenharia nacional que tornaram o Brasil o país que é agora. E aponta, por meio de uma série de reportagens especiais, os projetos que levarão o país para o futuro.

As obras apresentadas nesta edição são o retrato de um Brasil que não pertence a nenhum governo, que não está ligado a nenhum partido e que sai de uma economia agrária, no início dos anos 1900, para uma posição de destaque na economia mundial, neste século 21. Pelas capacidades das empresas do setor, pelas riquezas e economia do país e pelo dinheiro disponível no mercado internacional, o Brasil poderia ter ido bem mais longe. Mas o que se nesta primeira edição de ANÁLISE INFRAESTRUTURAGRANDES OBRAS é o retrato do empenho de engenheiros, da sociedade, dos governos. E é um retrato que merece respeito.

O levantamento é resultado de um trabalho de pesquisa inédito, que identifica, qualifica e descreve as obras ícones da transformação do Brasil, e que simbolizam o que o país tem hoje. Como toda lista, ela pode ser discutida, complementada; ter uma obra incluída aqui ou alterada ali. Por isso mesmo – para manter baixo o grau de polêmica que as escolhas podem gerar −, uma das marcas da Análise Editorial é estabelecer critérios claros e objetivos para as seleções que apresenta. Depois de preparada, a lista foi validada por cerca de 50 fontes diferentes, entre especialistas da academia, integrantes do governo, das empresas contratantes e empresas executoras de serviços de engenharia.

As informações e os dados coletados foram organizados em três seções. A primeira contém reportagens especiais que apresentam os avanços, as soluções e os desafios em todas as áreas da infraestrutura no país. As empresas que participaram de mais de dezessete das obras listadas na edição estão perfiladas na segunda seção, em ordem alfabética. A terceira seção, traz 192 obras que transformaram o país, separadas por setores: energia, petróleo e gás e transportes e logística.

A lista contém o coração da infraestrutura nacional. Apresenta obras de importância internacional, como a Hidrelétrica de Itaipu, atualmente a segunda maior do mundo, mas a primeira até a inauguração de Três Gargantas, na China, em 2006. As usinas nucleares Angra I e Angra II, planta industrial que será complementada por Angra III, também são apresentadas pela singularidade e importância histórica do investimento. Obras como o gasoduto Coari−Manaus, instalado no meio da floresta amazônica, têm o seu lugar na publicação, em razão não só da sua importância socioeconômica para a região, mas também pela complexidade envolvida na construção. Assim como os aquedutos que alimentam a Usina Henry Borden, na Serra do Mar, no estado de São Paulo – uma obra que mereceu a cobertura fotográfica do fotógrafo americano da revista Time Life em sua construção, nos anos 1940. ANÁLISE INFRAESTRUTURA – GRANDES OBRAS resgata algumas dessas imagens. Da mesma forma que apresenta, entre as plataformas de petróleo relacionadas, a pioneira, P-1, que inaugurou uma nova era na extração de óleo no Brasil, e as maiores delas, como a P-55.

 

SOLICITE A SUA EDIÇÃO

Para fazer parte do seleto grupo que recebe as publicações Análise, envie seus dados (nome, endereço completo, e-mail e telefone) para prévia avaliação. Nosso e-mail é: distribuicao@analise.com

Edições Online

Clique nas capas para ler a revista online.