Perfil da publicação
Tiragem 16.000 exemplares
Tamanho 284 páginas
Conteúdo O perfil dos diretores das maiores empresas do Brasil
Periodicidade Anual
Circulação Agosto
Distribuição Limitada aos CEOs, diretores e patrocinadores da edição
Formato 202 x 266 mm

Análise Executivos Jurídicos e Financeiros

A história da publicação Análise Executivos Jurídicos e Financeiros começou em 2008, quando a Análise Editorial lançou a edição Análise Diretores Jurídicos, com a proposta de identificar os profissionais responsáveis pelos departamentos jurídicos das maiores companhias no país. A carência de informações disponíveis a respeito dos executivos das principais companhias brasileiras fez com que a resposta à edição fosse muito positiva e, em 2009, foi lançada a publicação Análise Diretores Financeiros.

Em 2010, com duas edições consolidadas e dados de executivos das 1.500 maiores empresas brasileiras, a Análise Editorial decidiu unir as publicações, proporcionando ao leitor uma visão única de quem toma as decisões em dois departamentos essenciais para a boa gestão das empresas. As duas publicações resultaram em uma única edição que chegou a 2011 com dados de mais de 2,2 mil executivos.

A revista apresenta quem são os responsáveis por essas áreas que, na sua maioria, são profissionais reservados e pouco conhecidos, mas que gesticulam das mais simples decisões até fusões de empresas. O perfil traçado inclui informações referentes à formação dos profissionais e outras relativas à estrutura dos departamentos que dirigem. Ao todo, são 3.055 profissionais de mais de um mil empresas retratados na edição de 2014.

A relevância desses dois profissionais na estrutura das companhias é indiscutível e continua avançando. No levantamento de 2014, foi verificado que 88% dos diretores financeiros respondem diretamente ao principal executivo da companhia, seja ele o presidente, CEO ou diretor-presidente. O índice expressivo se manteve em relação a 2009. Entre os departamentos jurídicos a taxa é um pouco menor mas tem demonstrado avanço consistente nos últimos anos. No levantamento realizado em 2008, 47% dos responsáveis pela área jurídica respondiam diretamente ao principal executivo da empresa. Essa taxa cresceu para 51% em 2009 e saltou para 66% na pesquisa de 2014.

A abrangência dos dados coletados permite traçar um perfil médio dos executivos que atuam nas principais empresas brasileiras, incluindo a sua idade, o tempo em que atuam na sua companhia atual, quais os principais cursos de pós-graduação e MBAs realizados e o perfil de suas equipes. A publicação é irmã da edição Análise Diretores de RH. Para saber mais sobre ela, clique aqui
 
Para saber mais sobre as nossas publicações, clique aqui. Se quiser consultar as edições especiais e customizadas da Análise Editorial, clique aqui.

Para adquirir exemplares na nossa loja, clique aqui.

Edições Online

Clique nas capas para ler a revista online.